CRM no Call Center
17 de Janeiro de 2019
5 tendências de marketing no setor de tecnologia para ficarmos de olho – 1ª tendência
5 de Fevereiro de 2019
Exibir Tudo

Ninguém começa grande

Vamos começar pedindo desculpas pelo título. Afirmar que nenhuma empresa começa grande é um equívoco, pois, existem pessoas com alto volume de capital de investimento podendo iniciar seus projetos com uma incrível infraestrutura. Entretanto, isso não é motivo de desânimo para quem está começando. Se a sua empresa não é tão grande, mas tem planos de crescimento, é importante identificar suas necessidades e implantar melhorias importantes.

Grandes empresas dispõem de recursos avançados de gerenciamento de processos e já entenderam que o cliente é a chave de tudo. Por isso, ter uma ferramenta que melhore a experiência com ele faz toda a diferença.

A boa notícia é que estas ferramentas também estão disponíveis para pequenas empresas. Na verdade, é uma estratégia que pode ser adaptada em diferentes modelos e necessidades. Mas qual a utilidade real desse tipo de recurso?

Imagine uma pequena empresa de vendas, vendedores negociando com clientes, registrando em suas planilhas, criando seus processos, cada um ao seu modo. Agora, imagine que um deles se ausente por um período ou que o seu computador tenha problemas. Na primeira situação, caso alguém tente usar os dados deste vendedor para finalizar uma venda, poderá ter dificuldades em interpretar as informações de maneira adequada em função do registro em modelo diferente de planilha, dados incompletos e, sem contar no problema do computador. Neste caso, não há muito o que fazer não é mesmo? Sabemos que este tipo de situação realmente acontece.

Agora, você sabe qual a diferença entre uma pequena e grande empresa? A grande empresa, em função da complexidade dos processos, possui mecanismos para evitar a dependência humana, minimizando falhas. Já a pequena empresa, nem sempre adotará uma organização exemplar e como consequência, tratará seus processos de forma “caseira” sem um olhar apurado para a prevenção das informações e registros.

Tudo poderia ser diferente se aquela pequena empresa de vendas, do início do texto, implantasse um software de gestão de clientes para manter os dados organizados e padronizados, controle de acesso de vendedores, backup periódico, manutenção preventiva entre outras funcionalidades. Com isso, você tem tudo que precisa para conhecer melhor seu cliente, otimizando tempo e recurso financeiro.

Entretanto, antes de adotar um CRM, é essencial conhecer todas as etapas dos processos internos de sua empresa, integrar os setores e, depois, implantar as estratégias de CRM. Adotar uma solução de CRM em pequenas empresas, pode ter um lado positivo, pois, irá orientar o gestor na correção de erros e melhorar sua estrutura, além da facilidade na adaptação dos colaboradores ao novo modelo.

Por outro lado, você, empresário de uma pequena empresa, pode achar custoso investir em CRM no início das atividades. Recurso financeiro, treinamento, tempo… tudo isso é considerado. A má notícia é que sem um CRM adequado, você poderá encontrar dificuldades para um rápido crescimento. Mesmo trabalhando com processos manuais e improvisados, isso irá custar muito mais tempo e dinheiro e, provavelmente, não proporcionará a eficiência de um CRM. Já a boa notícia é que você pode terceirizar alguns processos para empresas especializadas, responsáveis por otimizar e garantir a eficiência nos processos, trazendo possibilidades de economia financeira e de tempo.

**Silvio Bianchi é publicitário, diretor-presidente da Trilha Tecnologia, empresa especializada em negócios B2B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *