Era da mudança: a revolução dos dados
12 de Abril de 2019
Exibir Tudo

Um voo para o futuro

Veja as aplicações dos drones para a sociedade

Você já pensou em receber alimentos pelo céu? Ou ver entregas de amostras de sangues chegando pelos ares, sem ser de um helicóptero ou avião? Incrível, não é mesmo?

Já não é novidade que os drones estão ganhando espaço no mercado fotográfico com sua capacidade de voar e captar imagens de diversos ângulos e alturas. Mas, você sabia que esse aparelho também pode transportar itens para um local específico, realizar uma tarefa e depois, retornar à sua origem?

As empresas vêem vantagens em adotar esses equipamentos, pois suas funções são aplicáveis em diversas áreas e com múltiplas funcionalidades. A ferramenta também economiza tempo e dinheiro, comparados aos outros métodos existentes.

Na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, os drones já possuem função de transportar amostras de sangue. A empresa de logística UPS, em conjunto com a organização de drones Matternet e os hospitais do grupo WakeMed, promoveram essa ideia como uma alternativa às estradas engarrafadas que atrasam cerca de 30 minutos a distribuição de amostras de sangue. O modelo M2 é capaz de suportar cargas superiores a dois quilos por 20 km, em apenas três minutos. O aparelho é conduzido de forma autônoma, mas existe a possibilidade de ser operado manualmente.

Médicos estadunidenses também estudam a probabilidade de um drone levar órgãos para transplante. Em 2018, os pesquisadores da Universidade do Maryland, em Washington DC, liderados pelo cirurgião Joseph Scalea, transportaram um rim (sem uso medicinal) em um drone e verificaram se o órgão não sofreu algum dano durante o percurso. Ele fez 14 voos e alcançou 2,4 km, ou seja, distância entre os hospitais locais. Os resultados do projeto foram positivos.

Brasil aos olhos dos drones

Segundo informações da Administração do Comércio Internacional (ITA) do Departamento de Comércio dos EUA, acredita que, mesmo não permitindo voos autônomos desses aparelhos, o mercado brasileiro de drones representa cerca de US $ 60 milhões. O dispositivo é utilizado principalmente para recreação, agricultura e segurança.

Um exemplo do uso desse item no nosso país, foi a ação da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), em março, no Rio de Janeiro, que iniciou a operação com drones para saber mais detalhes sobre os presídios da cidade. O objetivo da iniciativa foi acompanhar as movimentações de detentos e agentes nas unidades do complexo Gericinó. As primeiras imagens divulgadas pelo site G1 revelaram o instante que 220 inspetores da Seap e 10 servidores do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) entram no Instituto Penal Benjamim de Moraes Filho.

Futuro comercial

A Amazon já anunciou o serviço Amazon Prime Air, que prevê o uso desse dispositivo para entregar encomendas urgentes aos clientes em 30 minutos. A UPS também estuda o projeto de fazer entregas comerciais da mesma maneira em locais remotos.

De acordo a BI Intelligence, estima-se que as vendas de Drones alcancem US $ 12 bilhões em 2021. Já a ResearchAndMarkets.com relata que o mercado de análise dos dados obtidos por Drones deverá crescer de US $ 1,57 bilhão em 2017 para US $ 5,41 bilhões até 2022. A pesquisa da PwC, em 2016, afirmava que os setores mais promissores para o uso de drones seriam os de seguro, infraestrutura, transportes, mídia, entretenimento, agricultura, telecomunicações, segurança e mineração.

A medida que o mercado de drones cresce, suas funcionalidades ficam mais amplas. Existem inúmeras vantagens ao consumir esse produto. A certeza que eu tenho é que ideias inovadoras vão surgir para facilitar o cotidiano das pessoas. Imagino que as empresas, cada uma com seus objetivos e visão, estão se adaptando e se ajustando a esse conceito. Desta forma, o ideal é ficar de olho e verificar as novidades do setor sobre esse aparelho que irá revolucionar o comércio e o modo de ver o mundo. Vamos ficar de olho!

**Silvio Bianchi é publicitário, diretor presidente da Trilha Tecnologia, empresa especializada em negócios B2B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *